Blog

Fique por dentro das notícias mais importantes

Em janeiro de 2018, a Apple anunciou que planeja abrir um segundo campus corporativo em algum lugar nos EUA.

A proposta pretende acrescentar 20 mil novos empregos nos EUA como parte de um reinvestimento multibilionário na economia americana.

Atualmente, a empresa emprega 84 mil funcionários nos EUA.

Isso significa  que a Apple planeja ultrapassar a marca de 100 mil funcionários nos próximos cinco anos.

Ela é o maior empregadora de tecnologia do Vale do Silício, com cerca de 25.000 funcionários na região.

Em segundo lugar está a Google e a empresa-mãe Alphabet, com cerca de 20.000 funcionários.

Competitividade 

Mas o presidente-executivo, Tim Cook, reiterou na última semana de março que não está disposto a fazer uma guerra de ofertas ao estilo da Amazon.com para que as cidades possam aterrissar no campus.

“Não estamos fazendo um concurso de beleza”, disse Cook à Kara Swisher, do Recode, em entrevista. “Isso não é da Apple.”

Segundo informações do portal Silicon Valley Business Journal, ele continuou:

“Nós não queríamos criar este concurso porque eu acho que o resultado disso é colocar as pessoas em uma tonelada de trabalho. E fazer a empresa selecionar apenas um vencedor.

Então esse é um caso onde você tem um vencedor e muitos perdedores, infelizmente. Eu não gosto disso.

A Apple informou que já tem sua própria lista de locais e que está descartada o estado de origem da Califórnia, bem como o Texas, onde também tem uma grande força de trabalho.

Práticas de privacidade do Facebook

Na mesma entrevista com Swisher, Cook também dedicou um tempo para castigar diretamente as práticas de privacidade do Facebook.

Sua crítica ocorreu enquanto o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg se prepara para testemunhar perante o Congresso sobre a apropriação indevida de cerca de 50 milhões de dados de usuários do Facebook por uma empresa de consultoria política ligada a Trump.

Como a Apple tem práticas notoriamente rígidas em relação à privacidade do cliente, Cook disse que:

“eu não estaria nessa situação”.

Ele acrescentou:

“A verdade é que poderíamos ganhar muito dinheiro se monetizássemos nosso cliente se nosso cliente fosse nosso produto. Nós decidimos não fazer isso.

O que você acha do investimento da Apple? Deixe nos comentários.

Saiba mais sobre a próxima Missão no Vale do Silício, clique aqui

 

 

Imagens: Reprodroção

Créditos: Informações extraídas do Silicon Valley Business Journal,

1 comment