Blog

Fique por dentro das notícias mais importantes

Afirmação foi feita pelo investidor Sam Altamn, presidente da Y Combinator, principal aceleradora de startups do Vale do Silício. A Y Combinator já fez investimentos em mais de 1,300 startups na região.

Em entrevista a Exame, Altman explicou que países em que ocorre desaceleração econômica, o crescimento das startups é estimulado. As pessoas demitidas acabam tendo que encontrar soluções para empreender e por isso as startups ganham protagonismo. Mas Altman ressalta que empresas devem ser cuidadosas em cenários assim até que consigam fidelizar clientes que realmente queiram comprar seus produtos. Os empreendedores devem tratar o dinheiro que vão receber como se fosse o último.

A Y Combinator de Altamn investiu na startup brasileira “Quero Educação” e essa atração não foi influenciada pelo momento de crise no Brasil, mas sim, pelo surgimento de empreendedores de nível internacional no país. Altamn afirmou que quando busca startups quer os melhores fundadores de empresas do mundo.

Qualidade do empreendedor

Questionado pela Exame sobre como medir a qualidade de um empreender, Sam Altman disse que analisa inteligência e determinação de cada candidato. Quanto mais o empreendedor sabe explicar como o ramo que atua sua empresa poderá atuar em mercado bilionário, mais alto é o interesse de Sam.

Para saber mais sobre a Missão no Vale acesse aqui: 

Informações extraídas de: http://exame.abril.com.br/revista-exame/brasil-tem-startups-de-nivel-mundial-afirma-investidor/

 

 

No comments yet