Blog

Fique por dentro das notícias mais importantes

A ida ao Vale do Silício para conhecer o ecossistema inovador e empreendedor tem estimulado empreendedores a superarem a crise brasileira.

E os idealizadores da Missão no Vale do Silício tem ajudado nesta  tarefa.

Pedro Gadelha e André Bianchi – idealizadores da Imersão Internacional de Negócios que todo ano leva grupo de pessoas do mundo dos negócios à California – falaram sobre:

  • estratégia das imersões
  • o roteiro de viagem
  • a inspiração do Vale do Silício para superar a crise brasileira.

Em entrevista ao portal da Exame.com os empreendedores falaram ainda sobre visitas técnicas em empresas, networking e mindset americano. 

Confira a seguir a reportagem divulgada pelo portal:

________

Brasileiros ‘mergulham’ no Vale do Silício em busca de inspiração

O que o Vale do Silício pode nos ensinar sobre soluções para crises?

É o que o grupo de 18 brasileiros participante da 12ª Edição da Missão de Negócios ao Vale do Silício vai descobrir em breve.

Eles partem para o vale do São Francisco no final de fevereiro, liderados pela equipe da IIN – Imersão de Negócios ao Vale do Silício, empresa brasileira que trabalha realizando expedições para a famosa região norte americana.

É lá que estão modelos de negócios que nos dão uma pista sobre o futuro das corporações.

Os participantes, de diversas áreas, têm uma característica em comum:

o espírito empreendedor; e compartilham um objetivo: o aprendizado.

Por isso, o roteiro da expedição é traçado de modo que o grupo tenha contato com empresas de sucesso, novos modelos de negócios, pessoas e ideias inovadoras.

“O objetivo é demonstrar os bastidores desta região tida como a mais inovadora e empreendedora do mundo, onde realizamos visitas técnicas em empresas, universidades e aceleradoras de startups para compreender o mindset americano e o comportamento que faz dessas empresas grandes potências que vêm transformando diversos setores como serviços, varejo e indústria”, afirma André Bianchi, fundador e diretor de negócios da IIN.

Aprender lá para aplicar aqui.

É esse o principal objetivo da Missão, que coloca brasileiros em contato com casos de sucesso para que voltem com ideias para

  • superar o momento de crise no mercado nacional.

“Os empresários poderão identificar novas oportunidades para potencializar suas vendas, fazer novos parceiros estratégicos e fornecedores para reduzir custos”, revela Joyce Bianchi, executiva da IIN.

Além disso, os visitantes terão acesso a tecnologias inovadoras e networking privilegiado que os colocarão à frente da concorrência.

“Eles poderão conhecer pessoalmente os empreendedores que estão no Vale e ouvir deles como estão acelerando seus negócios”, completou Bianchi.

O roteiro pelo Vale do Silício

Você sabe o que é um unicórnio no mundo dos negócios?

São as empresas que atingiram valor de mercado acima de 1 bilhão de dólares.

E elas estão no roteiro do grupo.

Representadas pela Rocket Space, uma das mais tradicionais aceleradoras de startups que tem em seu portfólio Uber, Zappos e Spotify.

Haverá visitas a startups como Labdoor, do setor de suplementos alimentares e Oaktech.co, com serviços direcionados à aceleração de projetos para empresas que pretendem entrar nos Estados Unidos ou globalizar seus negócios.

Na Tesla, empresa fundada pelo visionário Elon Musk, a pauta é a transformação que as indústrias lideradas por ele vêm trazendo por meio do seu modelo de negócios.

Na sede do Google, os participantes da 12ª Edição da Missão farão uma visita guiada.

E haverá uma pausa para um lanche especial no Eatsa, um restaurante que opera sem funcionários.

Para trabalhar a mente e ir além, o grupo terá uma oficina de Design Thinking com Pedro Cintra, diretor na sede da maior empresa do mundo no setor de buscas, e Mariangela Smania, certificada em “Design Thinking e a Arte de Inovação” concedida pela d.School

Pedro e Mariangela propõem uma forma de ver o mundo focada nas pessoas e trazem técnicas e ferramentas de análise de problemas, pressupostos e dependências.

A oficina de Design Thinking leva os participantes a avaliar o que é um verdadeiro problema e a pensar o modelo mental de crescimento versus modelo mental fixo.

Durante os 5 dias da imersão, o grupo fará visitas a diversas startups e será recebido por seus fundadores ou CEOs.

Atividades de networking fazem parte do roteiro.

Nas conversas, os temas giram em torno de inovação, tecnologia, comportamento do consumidor e outros assuntos necessários aos empreendedores que buscam desvendar o atual mercado e se lançar com sucesso no futuro.

“Nas edições anteriores, visitamos

  • Circuit Launch
  • Google,
  • Facebook,
  • Asteroide, BovControl,
  • OneSkin,
  • Babel Ventures,
  • Universidade de Stanford,
  • Uber,
  • Labdoor,
  • Salesforce,
  • aceleradoras de startups e fundos de investimento.

A proposta é levar empresários brasileiros para acessar conteúdo:

  • por meio de novas experiências
  • observar oportunidades
  • e praticar muito networking”, lembra André.

Com mais de dez viagens de imersão no currículo, os executivos da IIN têm conhecimento para analisar as necessidades dos brasileiros e traçar um roteiro acertado.

Uma dica para os empreendedores vem de Pedro Gadelha, diretor de Marketing da IIN, que avalia:

as empresas brasileiras devem ser menos tímidas no que se refere ao mercado exterior.

“Deve-se levar em consideração que nem sempre a questão de internacionalizar é vender produtos lá fora, mas sim criar parcerias ou até mesmo fundar uma nova empresa com pessoas conhecidas nestas missões”, aponta.

Quer participar?

A 13ª Edição acontece no final de abril. Para mais informações, acesse: http://www.missaonovaledosilicio.com.br

 

 

1 comment