Blog

Fique por dentro das notícias mais importantes

A prefeitura de São Paulo tem por intenção criar um grande centro de tecnologia e inovação na região do CEAGESP, próximo a Vila Leopoldina, na capital.

O projeto faz referência ao Vale do Silício, na Califórnia, por querer reunir grandes empresas do mundo todo como o Facebook, Google, Uber e muito mais para incentivar a cultura empreendedora na cidade e elevar a capital no nível tecnológico de grandes cidades do mundo.

Chamado de CITI (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação), o projeto pretende ocupar uma área com mais de 600 metros quadrados para receber empresas e ser inaugurado em 2020.

A iniciativa pretende estimular os negócios em São Paulo, gerar lucro para as empresas e materializar mais as oportunidades de empreendedorismo na cidade. Enquanto isso, o CEAGESP mudará de lugar, mas ainda não se sabe para que região migrará o centro alimentício.

São Paulo tem potencial?

Entre as características de destaque do Vale do Silício, enquanto centro de tecnologia e inovação está:

 

  • Modelo mental empreendedor

 

As pessoas no Vale do Silício estão mergulhadas em uma cultura empreendedora e, portanto, tem um mindset que viabiliza arriscar mais e tentar empreender.

As formalidades são mais diluídas, por isso, é muito comum encontrar funcionário definindo seus próprios horários para que sejam mais produtivos e não apenas presentes no ambiente de trabalho.

Além disso, há mais integração entre a equipe e as hierarquias existem mas são menos rigídas.

 

  • Ser bom não tem a ver com acertar sempre

 

Quem erra não está fora do jogo.

No Vale do Silício, muitas empresas dão espaço para que seus funcionários experimentem experiência e se for preciso errem tentando.

O erro não é julgado como algo ruim, mas como uma motivação de que você caminha rumo a um objetivo.

 

  • Ensino e prática aliados

 

A universidade é uma instituição muito próxima das empresas no Vale do Silício.

Grandes empresas mundialmente conhecidas nasceram inclusive do ambiente acadêmico, por ser tão próximo do mercado e de suas práticas.

Os campus geralmente tem uma estrutura que favorece a geração de ideia, o teste, a experimentação e muitos alunos antes mesmo de se formaram vivenciam as dificuldades mercadológicas e quando partem para o mercado, levam toda a carga de experiência.

Você acredita que São Paulo está perto de se tornar um novo Vale do Silício?

Conta para gente nos comentários.

Abraço

IIN

 

Imagens: Reprodução.

1 comment